Banco Central aprova nova Resolução sobre os serviços de computação em nuvem contratados pelas instituições financeiras

Dispõe sobre a política de segurança cibernética e sobre os requisitos para a contratação de serviços de processamento e armazenamento de dados e de computação em nuvem a serem observados pelas instituições financeiras e demais instituições autorizados a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Compartilhe:

O Banco Central aprovou a Resolução n. 4.752, de 26.09.2019, para fins de modificação da Resolução n. 4.658/2018 que trata da segurança cibernética e os requisitos para a contratação de serviços de computação em nuvem por instituições financeiras.

A nova Resolução estabelece que  a contratação de serviços de processamento, armazenamento dados e computação em nuvem deve ser comunicadas pelas instituições financeiras no prazo de até 10 (dez) dias após a contratação dos serviços. Outra regra dispõe que as alterações contratuais em relação à prestação dos respectivos devem ser comunicadas ao Banco Central do Brasil no prazo de até 10 (dez) dias após a alteração contratual.

Compartilhe: